Hotforex Extracao De Bonus Do Colon




Hotforex Extração De Bônus Do CólonHarvard Mens Health Watch Doenca diverticular do colon Muitos homens conscientes da saude podem recitar suas contagens de colesterol, leituras de pressao arterial e niveis de PSA sem sequer olhar para seus registros medicos. Mas poucos desses cavalheiros bem informados podem dizer se eles tem doenca diverticular do colon, embora seja uma condicao extremamente comum. Isso e compreensivel, uma vez que a forma mais prevalente do problema, a diverticulose, produz poucos sintomas. Ainda assim, quando as complicacoes se desenvolvem, a ignorancia feliz sobre a diverticulose cede abruptamente a uma educacao indesejada sobre a dor da diverticulite ou o sangramento da diverticulose. E uma experiencia de aprendizagem particularmente desafortunada, uma vez que a doenca diverticular e amplamente evitavel. Seu colon O colon e um tubo de 4 12 pes de comprimento que constitui a porcao final do trato intestinal. O alimento que voce come e principalmente digerido no estomago e no intestino delgado. O material residual entra no colon, ou no intestino grosso, no ceco, que fica na parte inferior direita do abdomen (ver Figura 1). A partir dai, o material digerido viaja ate o colon ascendente, atraves do colon transverso e descer o colon descendente ate a porcao final, o colon sigmoide, na parte inferior esquerda do abdomen. O conteudo intestinal leva cerca de 18 a 36 horas para percorrer o colon no processo, os poucos nutrientes restantes sao arrebatados na corrente sanguinea e grande parte da agua e absorvida, resultando em material fecal solido. Quando saudavel, o colon e um cilindro liso alinhado por uma camada de celulas epiteliais. A parede do colon contem dois grupos de musculos, um musculo circular que toca o colon e tres musculos longos que correm todo o comprimento do tubo. Como todos os tecidos, o colon requer um suprimento de sangue, em parte, e fornecido pelas muitas pequenas arterias penetrantes que passam pela parede muscular dos dois pontos para levar o sangue a sua camada interna de celulas epiteliais. Figura 1: O colon Doenca divergular A maioria das pessoas que pensam sobre o colon se preocupam com os polipos e cancer que podem desenvolver a partir de celulas epiteliais. Mas problemas tambem podem se desenvolver em outras areas. Os diverticulos sao bolsas de saco que sobressaem da camada muscular normalmente lisa do colon (ver Figura 2). Eles tendem a desenvolver onde os musculos sao mais fracos, nos lugares onde os vasos penetrantes atravessam os musculos. E nas sociedades ocidentais, a grande maioria dos diverticulos se desenvolve onde o colon e mais estreito, no sigmoide. Figura 2: Diverticulose Quem obtem diverticulose e por que a idade e um importante fator de risco. A diverticulose e incomum antes dos 40 anos, mas cerca de um terco de todos os americanos desenvolvera a condicao ate os 60 anos, e dois tercos a terao aos 85 anos. Isso torna a diverticulose uma das condicoes medicas mais comuns nos Estados Unidos. Nao era sempre assim. A diverticulose foi incomum nos Estados Unidos ha 100 anos e ainda e rara no mundo em desenvolvimento. O que explica a diferenca O principal fator e a dieta, especialmente o refinamento de carboidratos, que privou a dieta americana tipica de grande parte do seu conteudo de fibras. A diverticulose e uma doenca da civilizacao ocidental. A fibra dietetica e uma mistura de carboidratos complexos encontrados no farelo de graos integrais e em nozes, sementes, frutas, legumes e vegetais, mas nao em alimentos para animais. Como os seres humanos nao conseguem digerir esses carboidratos complexos, a fibra dietetica tem pouco valor calorico, mas tem muito valor para a saude. Entre outras coisas, a fibra insoluvel encontrada no farelo de trigo, produtos de graos inteiros e a maioria dos vegetais (ver tabela) extrai agua nas fezes, tornando as fezes mais volumosas, mais suaves e mais faceis de passar. A fibra dietetica acelera o processo de eliminacao, reduzindo consideravelmente a probabilidade de constipacao. Algumas fontes de fibra dietetica Uma dieta rica em fibras tem o efeito oposto. Mas a constipacao e o menor dos problemas. Sem fibras suficientes, as fezes sao pequenas e dificeis, e o colon deve se contrair com forca extra para expulsa-las. Isso coloca pressao extra na parede do colon e, como voce pode se lembrar da Physics 101, a Lei de LaPlace explica que a pressao em um tubo e mais alta, onde o diametro e menor. No colon, esse e o sigmoide estreito. Um estudo de Harvard de 47.888 homens demonstra o papel da fibra dietetica. Os homens que consumiram a maior parte das fibras apresentaram 42 probabilidades menores de desenvolver doenca diverticular sintomatica do que seus pares que consumiram a menor fibra. E o efeito protetor da fibra permaneceu forte depois que os cientistas levaram em consideracao a idade, atividade fisica e gordura dietetica. Ao longo do tempo, uma dieta de baixa fibra aumenta o risco de diverticulose e suas complicacoes. Como os tecidos conectivos tendem a enfraquecer ao longo dos anos, a idade em si pode agravar o efeito da dieta. Outros possiveis fatores de risco incluem um alto consumo de gordura e carne vermelha, obesidade, tabagismo e o uso de drogas anti-inflamatorias nao esteroides. Por outro lado, um estudo de Harvard descobriu que a atividade fisica regular parece reduzir o risco em ate 37 homens. Por que se preocupar A diverticulose e tao comum nos americanos que dificilmente parece ser uma doenca. Na verdade, cerca de 75 dos homens com a condicao nunca desenvolvem problemas serios, embora alguns deles tenham colicas ocasionais que podem ou nao resultar de diverticulose. Mas cerca de 15 a 20 pessoas com diverticulose passam a desenvolver uma complicacao inflamatoria chamada diverticulite (dois tercos leve a moderada, um terco grave) e 5 a 10 desenvolvem hemorragia (dois tercos de leve a moderada, um terco de vida - Ameacador). Ao todo, a doenca diverticular do colon e responsavel por 3.400 mortes nos Estados Unidos a cada ano, enquanto drena nossa economia em mais de 2,4 bilhoes por ano. Isso e muito dificil para uma doenca que talvez nunca tenha ouvido falar. Diverticulite: Sintomas A inflamacao coloca o itis em diverticulite, que e a complicacao mais comum da doenca diverticular. As bacterias que sao embaladas em fezes pelas centenas de milhoes sao responsaveis ??pela inflamacao, mas os medicos nao compreendem completamente por que alguns diverticulos ficam infectados e inflamados, enquanto muitos nao. Uma teoria atual sustenta que a parede do saco diverticular se torna corroida pela pressao, material fecal preso ou ambos. Se o dano e suficientemente grave, uma pequena perfuracao se desenvolve na parede do saco, permitindo que as bacterias infectem os tecidos circundantes. Na maioria dos casos, o sistema imune do corpo e capaz de conter a infeccao, confinando-a a uma pequena area no exterior do colon. Em outros casos, porem, a infeccao aumenta para se tornar um abscesso maior, ou se estende para todo o revestimento do abdomen, uma complicacao critica chamada peritonite. A dor e o principal sintoma. Como a diverticulose geralmente ocorre no colon sigmoide, a dor geralmente e mais pronunciada na parte inferior esquerda do abdomen, mas outras areas podem estar envolvidas. A febre tambem e muito comum, as vezes acompanhada por calafrios. Se o sigmoide inflamado for contra a bexiga, um homem pode desenvolver a urgencia urinaria suficiente, a frequencia e o desconforto para imitar a prostatite ou a infeccao da bexiga. Outros sintomas podem incluir nauseas, perda de apetite e fadiga. Alguns pacientes tem constipacao, outros diarreia. Diverticulite: Diagnostico Um exame de medicos pode revelar ternura sobre os tecidos inflamados, geralmente no abdomen inferior esquerdo com menos frequencia, o medico pode sentir inchaco. Como em outras infeccoes, a contagem de globulos brancos e geralmente elevada. Mas, como esses achados nao sao especificos, sao necessarios testes adicionais para estabelecer o diagnostico. O melhor teste e uma tomografia computadorizada do abdomen, idealmente realizada apos o paciente receber material de contraste tanto por via oral quanto intravenosa. E um mes ou dois depois, apos o tratamento ter acalmado as coisas, o paciente deve ter uma colonoscopia, tanto para avaliar a doenca diverticular quanto para ter certeza de que nenhuma outra anormalidade esta a espreita. Diverticulite: Terapia Uma vez que as bacterias sao responsaveis ??pela inflamacao, os antibioticos sao a pedra angular do tratamento. E porque o colon abriga tantas especies de bacterias, os medicos devem prescrever tratamento que visara uma ampla gama de bacterias, incluindo Bacteroides e outras bacterias anaerobicas que crescem melhor sem oxigenio, bem como E. coli e outros microbios aerobicos (exigentes de oxigenio) . Uma abordagem comum e prescrever metronidazol (Flagyl, generico) para os anaerobes juntamente com ciprofloxacina (Cipro, generico) ou trimetoprim-sulfametoxazol (Bactrim, generico) para as aerobias. O acido amoxicilinclavulanico (Augmentin) e eficaz contra ambos os tipos de bacterias e e uma boa alternativa. Escusado sera dizer que ha muitas variacoes no tema, e os medicos devem sempre levar em consideracao a alergia e a saude geral de seus pacientes quando prescrevem antibioticos. Os pacientes com diverticulite leve a moderada podem tomar seus antibioticos em forma de pilula em casa, mas os pacientes com inflamacao grave ou complicacoes (ver abaixo) devem receber antibioticos intravenosos (IV) no hospital e depois terminar com pilulas em casa. Na maioria dos casos, sete a dez dias de antibioticos farao o truque. O repouso intestinal tambem e importante para a diverticulite aguda. Para o tratamento domiciliar, isso significa aderir a uma dieta de liquidos claros durante alguns dias, gradualmente adicionando solidos macios e movendo-se para uma dieta mais normal durante uma semana ou duas. Os fluidos intravenosos podem sustentar os pacientes hospitalizados ate que estejam suficientemente bem para mudar para liquidos claros a caminho de uma dieta completa. Como a diverticulite tende a se repetir, a prevencao e sempre parte do plano de tratamento. E para homens com qualquer forma de doenca diverticular colonica, o que significa uma dieta rica em fibras. Diverticulite: Complicacoes A diverticulite comum e bastante ruim, mas suas complicacoes podem ser fatais. As complicacoes mais comuns incluem: formacao de abcessos. Um abscesso e uma colecao de bacterias e de celulas brancas de celulas sanguineas. A diverticulite envolve sempre bacterias e inflamacoes, mas se o corpo nao pode limitar o processo a parede do colon imediatamente adjacente ao diverticulo perfurado, um abcesso maior se forma. Os pacientes com abscessos tendem a estar mais doentes do que aqueles com diverticulite sem complicacoes e apresentam temperaturas mais elevadas, mais dor e maiores contagens de globulos brancos. O tratamento envolve antibioticos e descanso intestinal, mas tambem requer drenagem do abscesso. Em muitos casos, radiologistas intervencionistas especialmente treinados podem realizar isso usando imagens de TC para guiar um cateter plastico fino atraves da pele no abscesso, permitindo que o pus se escorra. Na maioria dos casos, o cateter permanece no lugar por varios dias ou ate a drenagem parar, enquanto o paciente continua a receber antibioticos e fluidos. As vezes, porem, e necessaria uma cirurgia aberta (veja abaixo). Peritonite. Embora um abscesso exija tratamento agressivo, representa um sucesso parcial para o aparelho de defesa de infeccao do corpo, uma vez que a infeccao e confinada a uma area pequena. Se essa contencao falhar, a infeccao se espalha para todo o revestimento do abdomen. Os pacientes estao gravemente doentes com febre alta, dor abdominal intensa e frequentemente pressao arterial baixa. E necessaria cirurgia rapida e antibioticos poderosos. Formacao da fistula. Na diverticulite, a infeccao pode se enterrar em tecidos proximos, como outra parte do trato intestinal, a bexiga urinaria ou a pele. Esta complicacao e menos comum do que a formacao de abscessos e menos urgente do que a peritonite, mas requer cirurgia e antibioticos. Formacao de estenose. E outra complicacao incomum que pode se desenvolver a partir de episodios recorrentes de diverticulite. Em resposta a inflamacao repetida, uma porcao do colon e cicatrizada e estreitada. Os medicos chamam esse estreitamento de uma estenose e eles devem chamar os cirurgioes para corrigir o problema, de modo que material fecal pode passar sem obstrucao. Diverticulite: cirurgia A maioria dos pacientes com diverticulite nao complicada responde bem aos antibioticos e ao restante intestinal. A maioria dos pacientes com abcessos sao bons com a drenagem atraves de um cateter, mas pacientes com diverticulite grave ou complicacoes ameacadoras requerem cirurgia. Aqui estao algumas indicacoes tipicas para a cirurgia: Diverticulite grave que nao responde ao tratamento medico Diverticulite em pacientes com insuficiencia cardiaca imunologica Diverticulite que se repete apesar de uma dieta rica em fibras Abscessos que nao podem ser drenados com um cateter Peritonite, formacao de fistula ou obstrucao Suspeita forte De cancer. O tempo e o tipo de operacao dependem das circunstancias individuais dos pacientes. Uma abordagem tradicional envolve duas operacoes separadas, a primeira a remover a doenca e desviar os teores intestinais para um saco de colostomia na pele, e o segundo, varios meses depois, para encaixar o colon e o reto juntos (ver Figura 3). Em alguns casos, isso pode ser realizado com cirurgia laparoscopica menos invasiva, e em casos mais leves, uma operacao pode ser suficiente. Ainda assim, a perspectiva de cirurgia faz um bom caso para comer muita fibra (veja abaixo). Figura 3: Cirurgia em dois estagios para diverticulite Hemorragia divertiular A diverticulite e uma das principais complicacoes da doenca diverticular do colon. O outro e o sangramento diverticular. Ocorre quando um diverticulo se acelera na arteria penetrante em sua base (ver Figura 2). Uma vez que a inflamacao aguda esta ausente, os pacientes com sangramento diverticular nao tem dor ou febre. O sintoma mais comum e o sangramento retal sem dor. Uma vez que o sangramento diverticular ocorre no colon, ele produz movimentos intestinais vermelhos ou marrons brilhantes. (Em contraste, quando o sangramento ocorre no estomago, o sangue e parcialmente digerido a medida que passa atraves do trato intestinal, por isso aparece como evacuacoes pretas e semelhantes a um alquimista). Na maioria dos pacientes, o sangramento e leve, e geralmente para sozinho com o restante intestinal. Mas um sangramento rapido e uma emergencia que ameaca a vida. Exige cuidados hospitalares especializados com transfusoes de sangue e fluidos intravenosos. Tambem requer tentativas agressivas para localizar o local de sangramento e para dete-lo. Varias tecnicas estao disponiveis, a maioria dos especialistas recomendam colonoscopia (os medicos podem ver a arteria hemorragica atraves do escopo e cauterizar ou corta-la para parar o sangramento) ou a angiografia (os medicos encaminham um cateter para a arteria que fornece sangue ao colon, injete tintura para ver o Sangrando a arteria em raios-x e, em seguida, injete medicacao para restringir a arteria e parar o sangramento). Se nenhuma das aproximacoes parar o sangramento, a cirurgia pode ser necessaria. Prevencao A doenca diverticular do colon e evitavel. Uma dieta rica em fibras reduzira drasticamente o risco de desenvolver diverticulos e, mesmo apos a forma das bolsas, a fibra alimentar reduzira o risco de diverticulite e hemorragia diverticular. O Instituto de Medicina recomenda 38 gramas de fibra por dia para homens com idade entre 50 e menos e 30 gramas por dia para homens mais velhos (para mulheres, a quantidade recomendada e de 30 gramas por dia para aqueles com idade igual ou inferior a 50 e 21 gramas por dia depois) . A maioria dos americanos ganha muito, muito menos. A tabela lista o conteudo de fibras de alguns alimentos e suplementos. A fibra e importante para a funcao intestinal e a saude geral, mas pode ser dificil se acostumar. Muitas pessoas sentem-se inchadas e gaseosas quando iniciam uma dieta rica em fibras, mas, se ficarem com ela, esses efeitos colaterais geralmente diminuem dentro de um mes ou mais. Ainda assim, e melhor facilitar uma dieta rica em fibras. Aumente a sua ingestao diaria em cerca de 5 gramas por semana ate atingir seu objetivo e certifique-se de ter uma abundancia de fluidos tambem. Para a maioria das pessoas, um cereal rico em fibras e o lugar para comecar, mas se o cafe da manha nao e o seu, voce pode te-lo a qualquer momento durante o dia. Ate recentemente, os medicos proibiram a noz de nozes, sementes, milho e pipoca da dieta de pacientes com diverticulose. Embora nao tenham nenhuma evidencia real de que esses alimentos eram prejudiciais, os medicos se preocupavam de que essas pequenas particulas pudessem passar para o colon nao digeridas e depois se alojam na boca de um diverticulo, bloqueando a bolsa e agravando as coisas. Mas um estudo de Harvard de 2008 colocou esses medos para descansar. Durante o estudo de 18 anos, os homens que comiam as mais nozes e as pipocas tiveram um menor risco de diverticulite aguda do que os homens que comiam o minimo, nao houve alteracao no risco de sangramento, para melhor ou pior. Os cientistas estao experimentando outras formas de prevenir ataques de diverticulite e episodios de hemorragia entre outras coisas, antibioticos orais nao absorviveis a longo prazo estao em estudo. Os homens com doenca diverticular podem ser sabios para evitar ou minimizar o uso de antiinflamatorios nao esteroides, o que pode (ou nao) aumentar o risco de problemas. Mesmo assim, a fibra dietetica continua a ser a chave para a prevencao da diverticulite e suas complicacoes. E se isso nao e motivo suficiente para chupar muitas roupas grossas, considere os outros beneficios de uma dieta rica em fibras. A fibra dietetica combate a constipacao. Porque reduz o esforco que exerce pressao sobre o abdomen e as veias, a fibra reduz o risco de hernias, hemorroidas. E ate mesmo varizes. Em alguns, mas nao em todos, estudos, a fibra tem sido associada a um risco reduzido de cancer de colon. A fibra esta preenchendo e ajuda a combater a obesidade. Melhora o metabolismo do acucar no sangue, reduzindo as chances de desenvolver diabetes. Abaixa a pressao sanguinea. Algumas formas de fibra (fibra soluvel) reduzem os niveis de colesterol no sangue e, de acordo com um estudo de Harvard de 43.757 homens, uma dieta rica em fibras parece reduzir o risco de ataques cardiacos em 41. Do seu coracao ao seu colon, a fibra dietetica da aos homens Muito para mascarar. Atualizado: 2 de dezembro de 2015 Originalmente publicado: agosto de 2010 Compartilhar esta pagina: Imprimir esta pagina: QUINTA-FEIRA, 12 de maio de 2016 (HealthDay News / Iniciacao Cientifica) - As mulheres que tem seus ovarios removidos podem ter um risco maior do que a media de desenvolver cancer de colon . Sugere um grande estudo. Os pesquisadores descobriram que, entre quase 196 mil mulheres suecas, os ovarios foram removidos, o risco de eventualmente ser diagnosticado com cancer de colon era 30 por cento maior do que a norma para as mulheres de sua idade. As mulheres tiveram seus ovarios removidos para condicoes nao cancerosas, entao uma historia de cancer de ovario nao explicaria os achados, disseram os pesquisadores. Ainda assim, o link nao prova que a remocao de ovario contribua para o risco de cancer de colon, advertiu Mia Gaudet, diretora estrategica de pesquisa de cancer de mama e ginecologia da American Cancer Society. Os pesquisadores nao foram capazes de explicar uma serie de fatores criticos, disse Gaudet, que nao estava envolvida no estudo. Por um lado, ela disse que as mulheres que foram submetidas a remocao de ovario (ooforectomia) podem ter tido taxas mais altas de triagem do cancer de colon. A ooforectomia, em si, esta ligada a um contato mais frequente com o sistema de saude, incluindo taxas mais altas de triagem de cancer, disse Gaudet. Alem disso, ela disse, havia informacoes limitadas sobre o peso das mulheres, e nenhum detalhe quando se tratava de suas dietas ou uso de terapia hormonal. O pesquisador principal, Dr. Josefin Segelman, concordou que o estudo tinha limitacoes. No entanto, e biologicamente plausivel que a remocao de ovario possa afetar o risco de cancer de colon, de acordo com Segelman, um cirurgiao colorretal do Instituto Karolinska em Estocolmo. Outras pesquisas, explicou, sugeriram que os hormonios sexuais influenciam o desenvolvimento de cancer de colon: alguns estudos ligaram a terapia de reposicao hormonal apos a menopausa e as pilulas anticoncepcionais para um risco diminuido de cancer de colon, por exemplo. E em estudos de laboratorio, o estrogenio demonstrou inibir que as celulas cancerosas do colon crescam, disse Segelman. Mas Gaudet advertiu que a conexao entre hormonios e cancer de colon nao e clara. Os estudos foram misturados, disse ela, sobre se os niveis de estrogenio natural de uma mulher, ou terapia de reposicao hormonal, estao relacionados as suas chances de desenvolver o cancer. As ultimas descobertas, relatadas recentemente no British Journal of Surgery. Sao baseados em registros de mulheres que tiveram cirurgia ginecologica em algum momento entre 1965 e 2011. As mulheres tinham um ou ambos os ovarios removidos, ou sofreram uma possivel ooforectomia. Os autores do estudo observaram que o ultimo grupo incluiu mulheres que tiveram uma histerectomia. Mas nenhuma indicacao clara de que os ovarios tambem foram removidos. No entanto, os procedimentos sao comumente realizados em conjunto. No geral, 1,6 por cento de todas as mulheres no estudo foram diagnosticadas com cancer de colon nos proximos 18 anos. Isso foi 30% maior do que seria esperado para as mulheres de sua idade, disse a equipe de Segelmans. As mulheres que tiveram ambos os ovarios removidos tiveram um risco 2.3 vezes maior de cancer retal do que aqueles que tiveram apenas um ovario removido, os resultados mostraram. Os pesquisadores foram capazes de explicar alguns outros fatores, como se as mulheres tivessem um diagnostico de diabetes ou problemas de saude relacionados ao tabagismo ou ao consumo intenso de alimentos - habitos que estao relacionados a um aumento do risco de cancer de colo. Os pesquisadores tambem analisaram se as mulheres tinham um diagnostico de obesidade. Mas nao teve nenhuma outra informacao sobre peso e altura. Uma vez que esses fatores foram considerados, as mulheres que tiveram ambos os ovarios removidos ou que sofreram uma possivel ooforectomia geralmente apresentaram maior risco de cancer do que as mulheres que apenas tinham um ovario removido. Muitas vezes, uma ooforectomia e feita para tratar cistos ovarianos. Gaudet explicou. Mas algumas mulheres as removeram para diminuir o risco de cancer de ovario - incluindo as mulheres que carregam as mutacoes do gene BRCA que aumentam consideravelmente o risco de cancer de mama e ovario ao longo da vida. Segelman disse que seu time nao tinha informacoes geneticas sobre o grupo de estudo, entao nao se sabe quantas mulheres retiraram seus ovarios por causa de uma mutacao do gene BRCA. Por enquanto, tanto Segelman quanto Gaudet tiveram conselhos semelhantes para mulheres: se o seu medico recomenda a ooforectomia, discuta os motivos e os riscos potenciais em relacao aos beneficios. E quanto a prevencao do cancer de colon. Gaudet sugeriu focar nos fatores de risco que voce pode controlar. A American Cancer Society recomenda que coma uma dieta saudavel, em grande parte baseada em plantas. Limitando o alcool e mantendo um peso saudavel, disse ela. E definitivamente nao fuma. FONTES: Josefin Segelman, M. D. Ph. D. Consultor senior cirurgiao colorretal, Karolinska Institute, Estocolmo, Suecia Mia Gaudet, Ph. D. Diretor estrategico, pesquisa de cancer de mama e ginecologia, American Cancer Society, Atlanta 26 de abril de 2016, British Journal of Surgery. conectados